Toda e qualquer profissão é regida por uma base ética que busca se valer da lei e da justiça que é estabelecida dentro de uma sociedade a partir de sua cultura e referências, assim podendo manter uma harmonia dentro das organizações e fora. Afinal a ética vai além do profissional e do que é formal a ética está presente em nosso comportamento social, diante das experiências sejam elas positivas ou negativas com o outro indivíduo e o ambiente que nos encontramos.

A profissão de designer é composta por diversas vertentes, podendo citar as áreas gráficas, embalagens, moda, interiores entre muitas outras. Como já se era esperado a ética também deve estar presente no exercício da profissão de design, o designer deve se apoiar no que se é apresentado em seu código de ética, nutrir se ao máximo das informações e adapta lá ao exercício de sua respectiva área de serviço.

Softwares Piratas e a Ética

By Cody Berg in Pexels.com Softwares Pirata

Uma das principais ferramentas de um designer são os softwares, essenciais para o exercício da profissão, todo trabalho artístico tem como auxiliar um software como por exemplo o Photoshop, ideal para manipulação e aperfeiçoamento de imagens, Indesign utilizado para uma excelente diagramação e o Illustrator para vetorização de logos e ícones, estes softwares entre outros são necessários para o desenvolvimento do trabalho é nestes ambientes que o designer irá criar e ampliar o seu projeto.

 Levando em consideração todas as informações citadas acima e a ética, adentramos em uma assunto muito discutido dentro destas comunidades na web, no que se diz respeito a softwares instalados de forma pirata e as ações éticas que um profissional ou agência de design deve apresentar, em suma maioria os computadores no brasil tendem a utilizar logo de início um Windows pirata. Quando não acabado de comprar na loja, mas após o vencimento de licenciamento ao levar em uma assistência, muitas vezes o próprio Windows instalado é pirata ou de procedência duvidosa. Hoje uma licença no site da Microsoft do tipo home ou seja básico é em torno de setecentos reais, o que nos faz refletir que uma ida a assistência após o vencimento do Windows fica em torno de cem ou duzentos reais, torna tudo  um pouco estranho.

De qualquer forma nos referindo a programas do pacote Adobe tal qual tem maior evidência nesta área. Muitos profissionais optam por fazer instalações piratas, com a desculpa de valores altíssimo e redução de gastos, porém sim, em algumas décadas atrás os valores de um pacote adobe eram muito além do que se poderia desembolsar, chegando a ser mais caros que os valores de alguns serviços de design. Mas atualmente existem maneiras de se fazer uso de tais ferramentas de forma ética, com pouco investimentos, a Adobe por exemplo proporciona pacotes com valores baixíssimos para estudantes e pacotes por período utilizado, que pode ser adaptado com as datas de construção e entrega do trabalho. A facilidade vem se tornando cada vez maior para os profissionais da área de design, a ética deve ser colocada em primeiro lugar sempre.

Utilização Indevida, Direitos Autorais

By Marek in Pexels.com Utilização indevida, direitos autorais de imagem

O designer se utiliza de diversas plataformas para dar alma ao seu trabalho. Plataformas como Dafont, utilizada para downloads de tipografias personalizadas, Freepik que fornece recursos gráficos como vetores, ícones e imagens, e a Pexels que disponibiliza gratuitamente fotos com uma riquíssima qualidade feitas por  informais e até mesmo fotógrafos profissionais. São diversas plataformas desde gratuitas como pagas, e cada uma contém suas regras, em alguns sites o recurso é free, porém apenas para utilização pessoal, ou seja uma arte para um grupo pequeno de amigos do trabalho ou da escola, em outros casos é 100% liberada para o uso profissional, onde pode estar ligada a uma licença que obriga a citar o profissional que a criou e disponibilizou,  ou não. Porém existem os recursos pagos que geralmente tendem a ter uma qualidade maior feita de forma profissional e são estes recursos que muitas das vezes são utilizados de forma indevida. O designer se agrada da arte, e a pega para si sem pagar os direitos autorais e a utiliza em algum trabalho. Este sendo pequeno ou grande é uma enorme falta de ética e sem dúvida crime.

O profissional da área de designer deve estar atento aos mínimos detalhes quando for fazer uso de algum recurso. Ler por completo toda a sua descrição e normas, mesmo quando a licença for gratuita é prudente que faça o download da mesma e a mantenha em uma pasta de arquivos, porém quando optar por uma tipografia, imagem ou vetor pago,  o pagamento  deve ser efetuado no ato da compra antes mesmo da utilização, afinal além de ser uma atitude ética, aquela arte advém de um outro profissional que  muitas das vezes se mantém daquela forma e nada mais justo que recompensa ló pelo seu serviço.